quarta-feira, 3 de abril de 2013

Colocando a linha no molinete



Pessoal, hoje irei falar sobre um assunto pouco abordado. Como colocar a linha em um molinete.

Recentemente surgiu uma ótima oportunidade para a compra de um novo molinete e resolvi aproveitar. A máquina é um Okuma Surf Distance.

http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-475271800-molinete-okuma-distance-surf-60-_JM?redirectedFromParent=MLB468588517

Primeiramente, optei por colocar o carretel de grafite. Por quê? O outro carretel é tão bonitinho! Deixa o molinete mais chique! O motivo é bem simples. A diferença de peso entre os dois carretéis. Passar muito tempo com o caniço na mão cansa e essas poucas gramas no fim das contas fazem a diferença. (Principalmente na nossa coluna). Percebam abaixo a diferença e notem que o carretel pesa em torno de 1/4 do peso do molinete! Qualquer redução de peso é essencial. O peso do molinete com o carretel de alumínio é 580g e com o carretel de grafite cai para 525g.

Bonito e pesado!
O meu escolhido
Agora que já decidi em qual carretel colocar a linha, é hora de começar os preparativos. O primeiro passo é escolher qual linha utilizar. Escolhi a linha Surfcast XPS da Trabucco 0,18mm com 300 metros. Irei também usar um arranque Cônico Speed Master da Shimano de 15 metros com a bitola inicial de 0,18mm e finalizando em 0,50mm. 

Linha espetacular com ótimo custo/benefício
10 arranques cônicos
Feitas as escolhas é hora de soldá-los. Utilizo apenas a solda vendida pelo Sr. Armando do clube O Arpão do Rio Grande do Sul. É um pouco cara, porém um vidrinho dura muito tempo, pois a quantidade de solda utilizada é mínima.


Com relação à soldagem das linhas, consulte Soldagem de linhas para maiores detalhes.

Quanto irei colocar de linha no molinete? Para algumas pessoas isso pouco importa, mas irei explicar quanto é o ideal e o porquê disso.

Com alguma frequência, precisamos de lances mais longos na beira da praia para alcançarmos os peixes. Por isso a quantidade ideal de linha é preencher o carretel até o limite da borda. Isso facilita a saída da linha na hora do arremesso, diminuindo o atrito e alcançando maiores distâncias. 

Carretel pronto para pescar
O que irá acontecer se eu não preencher o carretel dessa forma?
Durante o arremesso, o contato da linha com a borda aumentará o atrito da linha, fazendo com que haja perda de distância o que pode ser vital se os peixes estiverem longe. Imagine também se você estiver com pouca linha e justamente nesse dia entra aquele sonhado troféu! E aí? Pouca linha...  Já era!

Outra situação que pode acontecer é um estouro onde você perca uma quantidade grande de linha. Com certeza, sua pescaria estará prejudicada.

O outro aspecto a se observar é a profundidade dos carretéis. Normalmente os carreteis dos molinetes que vemos no mercado são bastante fundos e partir disso se faz necessário o uso da cama.
 
Note a profundidade dos carretéis
Nesses carreteis fundos, como é o caso do Okuma, pode se colocar 800 metros ou mais de linha 0,18mm. Irei colocar essa quantidade absurda de linha? Não. Para evitar esse desperdício usa-se a cama. O que é isso? Preenchemos a base do carretel com alguns metros de linha mais grossa, como 0,30mm de forma que e a diferença seja preenchida com a linha principal, que são aproximadamente 200 ou 300 metros, dependendo da quantidade de linha que veio no carretel que você comprou.

"Cama" feita com linha 0,30mm
Mas e como fazer isso de forma que não sobre linha principal ou a bobina fique faltando linha?
Basicamente o ideal é ter duas bobinas para o molinete. Primeiro preenchemos o carretel, até então vazio, com a linha principal e em seguida completamos com a cama até que a borda esteja cheia. 

Depois basta passar a linha de uma bobina para a outra e já ficará invertida sendo a cama no fundo e a linha principal na frente. Para o carretel que sobrou, o ideal é mensurar quanto de cama foi utilizado para que se preencha o outro carretel de forma que ele também fique completamente cheio.

Depois disso é mandar a linha na água e procurar os bichos!

Abraços e até a próxima!

Um comentário: